Homeland

É muito difícil hoje em dia encontrar qualquer coisa que saia do senso comum, muito menos na mídia tradicional....mas as vezes acontece....mesmo que por pouco tempo...
Apresentando Homeland....
Uma série realmente corajosa, até agora pelo menos, porque a segunda temporada vem demonstrando ir para um caminho que eu não acho muito legal....Que seria defender a nação americana dos malvados muçulmanos...
A série (a primeira temporada pelo menos) é sobre a perseguição de uma agente do FBI que acha que o marine que volta como herói depois de anos de cativeiro se convertou ao terrorismo, vemos o conflito emocional e psicologico  desse marine capturado pelos terroristas e que se converte, depois de ver que os americanos bombardeiam escolas e matam crianças, ainda negando esse fato...
Ele está em conflito, afinal o que é certo de se fazer?? Agora que ele sabe de verdade como é a politica de guerra...As coisas não são simples como boa sociedade cristã, bela e civilizada e a terrorista, selvagem e primitiva sociedade muçulmana.
Afinal a diferença entre exército e terroristas é sutil ou inexistente, quando um lado mata civis e bombardeia hospitais, pode mesmo reclamar quando é contra atacado com a matança de civis???
Os americanos falam muito das torres gêmeas mas, quando bombardeia hospitais e escolas matando civis ninguém vê nada de errado!!
Ninguém está certo!!! Estão todos errados, mesmo que alguns mais do que outros.
Quando vi a série tive um pouquinho de esperança admito, ao ver que americanos podem assistir e se questionar, questionar valores que estão aparentemente tão consolidados em sua nação.
A religião não diz seu caráter!! Inacreditável que isso seja algo a ser mencionado a um povo que foi fundado por peregrinos que fugiam de perseguição religiosa!!!! Isso que eu chamo de falta de percepção histórica.

Broody, o marine em Homeland percebe que seu país está errado!! E ele não deixa de amá-lo por isso, pelo contrário ele entende o verdadeiro sentido de patriotismo e resolve lutar verdadeiramente por seu país, o que inclui inimigos internos e externos!!!
A série mostra, pelo menos para quem quer ver, como os americanos (e a sociedade ocidental) veem o oriente médio, os muçulmanos, sua religião....Como se fossem todos iguais, as etnias, a religião, as organizações terroristas!!!

Como se o povo naquela terra não sofresse na mão de radicais e organizações violentas, e principalmente como se a cristandade não tivesse nada de violento, vamos convenientemente esquecer fogueiras cristãs e fogueiras KKK de nossa pacifica sociedade ocidental.

Do ódio ao ódio

 
 Eu realmente amei Homeland....Achei aquilo mais do que uma boa série mas, uma série original e corajosa. Não é qualquer um que diria que talvez, só talvez os americanos não estivessem certos, talvez nem todos muçulmanos fossem terroristas, o bom senso básico que falta no mundo, de tentar ver a realidade livre de preconceitos...
Em Homeland temos um marine, como simbolo máximo de patriotismo americano, que vem ensinar que o verdadeiro patriota é o que defende seu país de seus inimigos, mesmo que esses sejam seus próprios governantes, com tanta tv as pessoas acabaram convencidas que muçulmanos, árabes e persas são todos iguais, são um povo violento, um povo não cristão, um bando de selvagens....
Acreditam que ser patriota é amar seu país, como se isso fosse algo cego e acrítico, que não posso ver o que está errado; um patriota perfeito é aquele que ignora todos os problemas....

Me pergunto como a humanidade pode mudar tão pouco???
Como podemos ser tão cegos??

Hoje estamos aqui em nossas casas, vivendo nossas vidas, enquanto os palestinos estão lutando com pedras contra um exército israelense altamente treinado e com  orçamento ilimitado. Sem contar o apoio internacional de governos e mídia, que convenientemente ignora tudo que acontece no oriente médio...
Mesmo hoje com a internet,  e tudo a que temos acesso, nada mais é segredo, não importa, as pessoas simplesmente ignoram o que lhes é desagradável..
O Hamas demonizado pela mídia só tenta com o minimo que tem, se vingar da humilhação de seu povo...
Assim como povo judeu só tenta permanecer no que é sua terra por direito...
Esse ódio tão profundo, de tantas gerações, com tantos motivos de ambas as partes não pode mais ser parado, isso só vai acabar quando o último judeu e o ultimo palestino estiver morto.

Desde as cavernas sempre arrumamos uma nova forma de violência, uma maneira de subjugar o outro, eu diminuo os salários de meus empregados para lucrar ainda mais, eu coloco meu muro um metro a mais para o lado, colocamos fogo nas bruxas, torturamos presos políticos, e  principalmente ignoramos os problemas reais no mundo preocupados com as diferenças entre as vinte marcas de hidratante que tenho para escolher, ou se meu time vai ou não ganhar o campeonato.
O erro foi a criação do estado de Israel, foram tantos profetas resolverem passar por lá, que imagino existir um motivo espiritual, que eu em minha insignificância não entendo, eu realmente espero....
Ou talvez a humanidade se defina por dor, dor e mais dor....Sem sentido, sem objetivo, só uma selvageria sem fim, que parece bem pior sob essa capa de civilidade que tentam colocar nela hoje em dia...

Raciocinar para que se posso decorar??

Realmente a maneira como as pessoas são educadas mostra a maneira como elas se comportam depois...
A educação baseada em decorar é de uma imbecilidade atemporal, desde quando se decorava trechos em latim, até hoje quando professores de história do Brasil se preocupam mais se os alunos estão decorando datas de acontecimentos históricos ao invés de entender a importância e relevância deles...
Os computadores decoram datas, decoram fórmulas de física, decoram tempos verbais, eles não raciocinam, isso seria o papel dos seres humanos....
Seres humanos que são dotados de inteligência sem limites, mas que acaba sendo inutilizada....

Somos ensinados na escola a decorar e incentivados a não raciocinar, a não ter idéias próprias a não questionar. Alunos devem ter respostas e não perguntas!!!
E você acha que nas grandes instituições de ensino superior isso muda?? Claro que não...Isso, se não piorar...
Para decorar datas e tempos verbais nós temos os computadores, o ser humano está hoje livre para refletir, não precisamos mais fazer o trabalho braçal. Posso refletir sobre a gramática, entender como ela funciona, criar mecanismos que simulem linguagem artificial....O céu é o limite, ou seria o limite, se as instituições educacionais não se esforçassem tanto em transformar os estudantes em máquinas não pensantes.
Crianças que entram na escola perguntando como tudo funciona, saem achando que história não serve para nada. Jovens que entram na universidade querendo mudar o mundo saem achando que conhecem a única verdade, o único conhecimento verdadeiro, tão cheios de si, cheios de mais para perceberem que não sabem de nada...

Decorar é fácil não exige inteligência, esforço, raciocínio, nada, é um trabalho mecânico; o ser humano com incrível capacidade criativa que tem, simplesmente não apenas a ignora, como cria instituições para a reprimir.

Enquanto vivermos em uma sociedade que valoriza todas as coisa erradas, a raça humana está fadada ao fracasso.