Gilmore Girls

A sociedade tem suas definições fabricadas chatas previsíveis de o que seria uma família perfeita, normalmente seria um casal homem e mulher com um casal de filhinhos, unidos pelo sagrado matrimonio em uma vida burguesa, chata e previsível.
Obviamente eu não concordo, a normalidade que as pessoas tentam alcançar só as faz serem sempre e sempre infelizes; afinal quem disse que ser normal é bom?
Família são as pessoas que moram na mesma casa que você? São as pessoas que tem parte de sua carga genética, aqueles para quem você liga quando precisa de um transplante?
Acho que não...

Quantas famílias vivem por aí se matando, e continuam juntas porque é socialmente normal, aceitável, a única alternativa, afinal você tem que atura-los pois são sua família.
Eu digo que isso é uma besteira sem limite. Não temos que fingir gostar, ou mesmo nos sentir obrigados a gostar de alguém por mera coincidência genética!!
Família é muito mais do que laços de sangue...
São as pessoas que você ama e em quem você confia, as pessoas de quem você sente falta estando longe, e não porque é natal, mas porque quando acontece algo bom (ou ruim) você quer compartilhar só com aquelas pessoas, sente saudade quando você está almoçando e que fazer um comentário que você sabe que só a sua família entenderia.
Por isso famílias se constroem, você não nasce com a sua pronta!!!!

E definitivamente Gilmore Girls representa isso, as duas pessoas mais simpáticas, interessantes e inteligentes que eu já vi em uma dessas séries...
Gilmore é irresistível, elas são envolventes e charmosas de modo único. Elas falam sem parar, jogando milhares de referências à cultura pop, à literatura, à tv, até você ficar tonto sem saber se na verdade entendeu alguma coisa, mas fale rápido , a vida passa rápido....
Uma série sobre mulheres que leem Silvia Plath e ouvem Metallica!!Além de ser um seriado super divertido, ele representa a mulher de maneira como raramente se vê, sem ser uma histérica que fica feliz em fazer compras, ou que acaba com um casamento, que é claro é o único modo de ser feliz; ele representa a mulher por meio de Rory e Lorelay com crises e carências sim, mas com força, determinação e independência sem levantar bandeiras por isso!! 
O laço que mãe e filha tem no seriado é incrível, e com o passar dos anos mesmo com milhares de desentendimentos e problemas (sim, existem problemas na vida de todo mundo), esse laço só se fortalece, pelo respeito e amor que elas tem uma pela outra como seres humanos.

Família é isso, pessoas que passam pela vida juntas sim, mas por escolha pessoal de querer conviver com aquele ser humano específico que você admira pelo modo como ele é de verdade, que pode coincidir com alguém que pode te doar um rim, mas isso é mera coincidência.

Parabéns você emagreceu

Peso hoje em dia é sempre um problema, ou porque é demais ou porque é de menos, se você é gordo, é um sedentário maldito que come demais, se é muito magra é anorexica.
As pessoas tem relações extremistas com gordura corporal, ainda mais com esse discurso de vida saudável da modernidade.

É ótimo fazer exercício e ser uma pessoa saudável, mas nem sempre isso é a mesma coisa. Assim como nem todo mundo que passa o dia na biblioteca é inteligente. Você pode ser um bombado de academia podre por dentro.
O problema desse mundo são os excessos e o radicalismo na política, na religião e na saúde!!!

As pessoas tem sim, uma obsessão doentia com magreza, que é muito prejudicial à sociedade, as pessoas passam fome se achando gordas a vida toda, tentando inutilmente chegar em um padrão de beleza inalcançável.  Irracional, muito triste ver tanta gente se odiando por um ideal de beleza que não existe.


Uma coisa ridícula é maquilar isso com um discursinho medíocre de vida saudável, ser saudável é algo muito individual, um IMC não vai calcular todas as particularidades fisiológicas e alimentares de alguém.
Usar uma falsa vida saudável para as pessoas consumirem produtos de beleza e emagrecimento afins é imoral, mas aparentemente muito aceito como verdade.
Todos consomem essas revistas de beleza (que agora até os homens leêm) imbecis que só vão te dizer que você está fazendo tudo errado, que você é feia e gorda, e é desejável estar sempre insatisfeita com si mesma.
Ter uma barriga tanquinho não vai te fazer feliz, assim como se entupir de cheetos também não!!!

Ser saudável é ótimo não apenas porque você vive mais, mas porque você vive melhor, mais feliz e com menos problemas de saúde!!!
Claro, que cada um é feliz de um jeito, podem existir pessoas que são felizes pesando 40 kg, mas isso não é saudável; assim como não é saudável pesar 120 kg mas se alguém é feliz assim...Deveríamos ter permissão para sermos felizes do jeito que é melhor para nós!!!

Independe se seu melhor é gordo ou magro!!
Mas, em nossa sociedade a magreza não é apenas uma contatação, é um valor, uma qualidade, aí que reside então o problema.
Quando uma pessoa emagrece, ela simplesmente emagreceu!!
Isso pode ter muitos motivos, ela pode ter feito dieta, pode estar doente, pode estar com depressão crônica; a vida dela pode estar ótima ou uma droga, isso não está relacionada com o peso.
Acho nojento as pessoas elogiarem porque alguém perdeu peso, a perda da gordura corporal não é um valor humano.
Elogie alguém que faz trabalho voluntário, alguém que voltou a estudar depois dos 40 anos, alguém que ajudou um velhinho atravessar a rua, sei la....Algo com mais relevância.

Sinceramente não acho que ter ou não ter gordura no corpo é motivo para discussões tão longas como tenho visto ultimamente.
Nem o excesso nem a ausência de gordura deve ser seu mecanismo de julgamento de outra pessoa!!!
Quero acreditar que somos mais do que essa simples matéria em decomposição....

Behaviorismo, porque algumas pessoas são simplesmente burras.

Para quem não sabe, o behaviorismo é um conjunto de teorias psicológicas que consiste em acreditar que seres humanos são adestráveis.
Em uma educação de estímulo/punição as pessoas tendem a aprender rápido, como um treinamento de cães, você dá um doce para ele quando ele faz algo certo, então ele "aprende" que aquilo é o que deve ser feito.
Não interessa o quanto isso pareça primitivo, a questão é que funciona, com alguns seres humanos pelo menos, alguns inclusive só funcionam dessa maneira.
Veja um exemplo bem educativo: Adestrando seres humanos
Isso pode até ser um exagero, uma piada, mas o fato real é que isso funciona, não interessa se isso é bom ou ruim, se não exalta a raça humana como incrível superiora sobre todos os animais não importa, se funciona.
E quando um pai oferece um carro para o filho passar no vestibular, o filho estuda; quando todo nosso sistema educacional é baseado em notas, e as provas são usadas como instrumento de barganha de estímulo/recompensa entre alunos e professores.

Cientistas, pessoas da elite, intelectuais, são pessoas com oportunidades mil em suas vidas, eles tiveram chance de aprender, estímulo cultural e acesso a esse conhecimento, e existem pessoas que não tem, por mais que seja complicado para a elite intelectual compreender, existe uma parcela grande da população mundial que não faz nem duas refeições ao dia, quando não se tem nem o básico para sobreviver, outras coisas são deixadas de lado.
Não acho que problemas linguísticos, filosóficos ou de física quântica perdem a importância num mundo que as pessoas passam fome, mas quem se dedica a carreiras cientificas deve entender que existem sim problemas maiores no mundo, e que a realidade não é a mesma para todos...

Sem contar o fato obvio, não sei porque não se considera a explicação mais fácil, algumas crianças não aprendem porque são burras!!
Sinto muito, a vida é assim, gente burra tem até mais chance de ser feliz, supere e siga em frente.
Mas deve ser politicamente correto ou algo assim , mas não é uma questão de raça, nem nada dessas imbecilidades, é um simples fato empírico, sem estar em nenhuma raça, classe social, religião (ou ausência dela) a burrice humana é muito democrática.
Algumas pessoas aprendem mais fácil, pensam mais e melhor.
Ou mesmo se interessam em pensar, alguns não ligam, outros sim; as pessoas são muito diferentes, mesmo tendo o mesmo aparato biológico, as milhares de opções que temos em administrar nosso cérebro nos dá milhares de resultados. Resultados esses que não são categorizáveis...
Podem existir teorias hoje melhores do que o behaviorismo, que explicariam talvez como funciona o cérebro, o método de pensamento de algumas pessoas, já a massa do povo, é explicada pelo behaviorismo.

Citando o vídeo acima, com o behaviorismo a Penny iria aprender a se comportar e nunca iria perceber que estava sendo condicionada, já o Leonard sairia perdendo no behaviorismo, quem percebe que está sendo condicionado já não está!! A existência de muitas teorias nos permite entender muitas pessoas diferentes.
Não existe um tipo de pessoa melhor do que a outra somos diferentes com potenciais, histórias e objetivos diferentes.
Podemos ter o mesmo cérebro, os mesmos genes,  mas o que fazemos com ele é outra história.

O que você acha normal é normal?

A alteridade, como sempre, tão fácil de encontrar como uma pérola no oceano. Humanos tem grande dificuldade em pensar como o outro; como uma coisa que você acha absurda, em outra cultura pode ser perfeitamente aceitável, e o contrário também; mas o ego humano maior do que tudo, tem certeza absoluta de que o que você faz é que é o correto.
Qualquer outra visão ou cultura, pelo simples fato de ser diferente da sua é descartado.

O que fazemos é nos convencer que algo é normal, mas nada é simplesmente normal por si mesmo. Fazemos o julgamento baseado no que achamos que é adequado, baseando-se no único e específico círculo social em que se vive.
Naturalizando e criando verdades sociais... Então, quando nos "acostumamos" com algo, isso se torna normal!!
Mas, só porque algo foi normalizado socialmente, esse algo se torna bom e ideal??

Por exemplo, se você disser que está fazendo regime em público hoje em dia será algo super normal, algo que foi imposto através de nossa magnífica mídia durante tanto tempo, que ninguém consegue mais abstrair disto e ver como é absurdo as pessoas terem que pesar 45 kg!! Ser saudável não é ser magro, mas duvide de uma verdade tão arraigada como completamente real!!
Porque na sociedade de hoje gordura é o mesmo que feridas de lepra!! E o normal, desejável e adequado, que agradará muito as pessoas (que te elogiam quando você perde peso!!! como se isso fosse uma qualidade!! insano, mas isso dá outo post) é você não ter gordura no corpo, como se gordura fosse antinatural.
Pessoas passam fome o tempo todo por escolha , falam sobre essa dor da privação de comida o tempo todo, contam calorias do que comem, acham que quem tem gordura corporal é inadequado (só lembrando que células adiposas fazem parte da constituição humana) e idolatram essas supermodelos que na melhor das hipóteses parecem crianças e não mulheres, e na pior parecem aliens!!

Agora, como exemplo de algo anormal que temos para cultura brasileira especificamente, porque se não ficou claro, o normal tende a mudar de um lugar para outro, tenho dois exemplos que seriam minha discriminações preferidas: muçulmanas e japoneses.

As mulheres que usam burca são em toda esquina vistas como coitadas, como se a roupa não fizesse parte de sua cultura, como se todo mundo tivesse que andar com micro shorts para ser livre ou mesmo feliz; Não perguntam para elas o que elas acham disso, se elas gostam ou não, nem passa pela imbecil mente ocidental que a mulher muçulmana quer estar naquela situação, a incapacidade de alteridade se amplia já que nem pensamos no que o outro acha; já presumi-se que aquela mulher é uma pobre coitada reprimida. Não interessa se isso é bom ou ruim para a muçulmana, para você as pessoas não podem desejar algo diferente do que você deseja, gosta ou acha certo!!!
E os japoneses então, acho incrível como os ocidentais são incapazes nem de respeitar, muito menos de entender o que poderia ser a cultura antibrasileira, os japoneses são nossos antiprotons.
Só para citar um fator falemos de computadores...os japoneses tem uma relação pessoal com seus materiais eletrônicos, pessoal a ponto de ser pessoal demais para brasileiros por aqui.
Afinal, não é normal gostar mais da compania de um computador do que da compania de um ser humano...
Porque relações sociais hoje são mesmo tão divertidas!!! Não.....
Somos é claro incapazes de pensar por um minuto que o outro, pela própria definição de ser outro é diferente!! E portanto não é igual ao seu eu, ok??
Porque eu não posso pensar que computadores são mais legais que pessoas? Porque você disse isso? Porque você acha isso?? E já que você acha isso, todos os 9 bilhões de seres humanos terão exatamente a mesma opinião??

As pessoas querem coisas diferentes, elas pensam diferente, falam línguas diferentes, tem religiões diferentes, a vida humana é essa constante tentativa de individualização (mesmo que em confronto com o viver em sociedade), hoje talvez mais do que nunca, estamos com o tempo cada dia mais nos dividindo em mais tribos de nerds, geeks, hypsters, trekkies, headbangers, otakus, otomes, etc, etc; queremos descobrir nossa própria felicidade, nossos desejos pessoais, individuais....
Eu acho difícil, muito difícil, sempre achamos mesmo que temos o absoluto, a perigosa e assassina verdade absoluta, mas na próxima vez que for julgar alguém pense melhor. Cuidado com o ego!!
Ou tente pelo menos pensar!!!

Inocente serial killer

Estava eu assistindo um documentário sobre psicopatas, quando ouço um dos doutores da maravilhosa ciência psicologia, dizendo que surpreendente assassinos em série aparentavam serem pessoas absolutamente comuns, não sei se eles esperavam chifres ou algo assim....
Pessoas perigosas raramente parecem ser, muito menos quando elas matam muita gente, se você conseguiu matar mais de uma pessoa, você pelo menos é bom nisso. Quando as pessoas confiam em você é mais fácil mata-las!!!

E claro, somos tão presos a conceitos mais do que patéticos do que é perigoso, que não sabemos discernir bom de mal.
Porque achamos que metaleiros são satanistas, rappers são ladrões e imigrantes são estupradores nos tornamos vítimas das pessoas que realmente fazem isso e obviamente parecem ser legais.
Coincidência o fato dos serial killers serem quase em sua totalidade brancos e de boa aparência nunca é citado em nenhum lugar.

A realidade das pessoas serem tão limitadas e preconceituosas, faz na verdade o trabalho de um bom serial killer muito mais fácil.
Ele é aquela pessoa que sempre vai ser citada como, "Nunca pensei que ele fosse capaz disso", porém não importa o quanto isso aconteça, a humanidade parece não aprender.
As pessoas em geral continuam achando que seu vizinho, que parecia ser tão normal e te ajudava a levar o lixo, nunca seria capaz de te estripar e dar suas visceras para seu cachorro comer, já aquele seu sobrinho estranho que usa preto e cruzes invertidas, ou aquele tio que nunca sai de casa, fala que ets invadirão a terra e odeia seres humanos obviamente um dia vai inevitavelmente comprar uma arma e sair atirando nas pessoas.
Quem desses você pensaria ser um assassino?




Sério...
Serial Killer sempre parece inofensivo, então por favor, seja estupido e preconceituoso e continue facilitando o trabalho deles...

Até o ruim nos anos 90 era melhor

Impressionante, mas não consigo me desligar do clichê de reclamar como o mundo hoje está pior, e como na "minha época" era melhor...Juventude ridícula, etc, etc....
Mas até o que eu nem gostava muito antes, hoje parece até melhor do que era em qualquer época...
Tudo nessa vida depende do referencial!!! Então vamos....Com legenda e tudo, aprendendo a ser didática:
Bush

Hole 
Existia sim indústria da música nos anos 90, mas porque, porque na mente Deles a música que vende tem ser tão ruim???
Parece que mais do que viver a vida toda como adolescentes, vivem a vida toda como imbecis acríticos....
Pois é, essas bandas tocavam na MTV!!!! Muito comercial, nada obscuro e underground, que você tem que cavar para encontrar....
Hoje em dia uma banda de rock de verdade não passa nem na rua da MTV.

  Smashing Pumpkins

Citando só hits aqui, com pouca exigência, músicas que nessa longínqua década todos ouviam, só para ter uma base de comparação com coloridos rockeiros e sertanejos universitários da vida...
Mas a tendência da massa é piorar, e seguimos em meio à esse apocalipse zumbi!!
                                                                              Blur


                                                               Radiohead