Depressão e dementadores


Hoje em dia algo realmente banalizado é o que conhecemos como depressão, qualquer um triste ou desiludido com a vida é considerado depressivo.
Depressão é algo bem mais complicado. 
Se achar gorda, estar devendo, ser demitido, se divorciar, o nome disso é PROBLEMA!!!

A tristeza por pior que seja, por mais traumático que seja, uma hora passa, mesmo que seja muitos anos depois.
A infelicidade, a insatisfação é normal, é parte do ato de viver.
Tristeza não é doença. Ao contrario do que a mídia e a industria farmacêutica diz, é uma fase da vida, é o modo de evoluirmos nessa vida.
Não tem nada de errado em ficar triste.
Depressão, já é outra coisa, bem mais difícil de explicar. Não é causada por algo , apesar de poder ser desencadeada por algo, ela é um vazio. 
Um vazio, que como um buraco negro, suga a sua vida por dentro. Sem motivo, razão, ou circunstancia, um vazio inexplicável, que ninguém entende, o que só piora a situação, é claro...

Quando JK Rowling teve depressão ela criou os dementadores.
Não sei como explicar esse sentimento de forma mais clara. Os dementadores não fazem nada, eles não agridem, não te batem, não traumatizam, eles não fazem nada fisicamente palpável, mesmo assim, estão entre os piores seres do mundo mágico. E o beijo do dementador é a pior coisa que pode acontecer com uma pessoa.
Eles sugam toda a felicidade e te deixam sem nada. Eles tecnicamente não te fazem nada, mas fazem você se afogar no vazio...O que é bem pior que alguma agressão que pode ser inflingida.
A depressão te deixa sem nada em que você possa se agarrar, nenhuma lembrança feliz, nada realmente importa. Eu não consigo imaginar algo pior.
A banalização disto como qualquer crise de identidade ou problemas de adolescente ou de terceira idade, é de uma impressionante fraqueza de espirito e um desrespeito pelas pessoas que realmente se sentem assim.