TUSCA 2011

Não me surpreendo com a estupidez das pessoas, mas a escolha pela estupidez
ainda me choca.
Estudantes de universidades federais que tem tudo para serem pessoas incriveis:
Pai, mae, cachorrinho, cerca branca, escola de ingles, clube no fim de semana!!
E essas pessoas jogam a vida no lixo, por livre e espontanea vontade.

Pessoas que "estudam" nas melhores faculdades do país, se orgulham de serem
bebados promiscuos, que deixam uma trilha de vomito, urina e cerveja por onde passam.
Com tanta gente que se mata para ter algo na vida, enquanto alguns tem tudo e
vivem a vida sem dar o minimo valor em nada.
Pelo contrario, nesses circulos a vida sem o minimo de dignidade é "divertida"!!
Desculpe se eu acho que tem algo de errado em alguem se prostituir por cerveja, em alguem achar
que é divertido beber ate vomitar e entao continuar bebendo de novo...

A dignidade humana é hoje algo opcional!! As pessoas acham "divertido"
jogarem suas vidas, sua alma e seu figado no ralo!!
A vadiagem generalizada de algumas meninas, chega a surpreender ate mesmo os homens,
que chegam a se chocar com a piranhagem, nos casos dessas festas "universitarias"
que existem hj. Que sao uma desculpa esfacelada para se agir como um selvagem estupido!!
Essa promiscuidade despropositada de quem nao se da o minimo valor...Algumas pessoas
nao merecem mais serem qualificadas como seres humanos.


O Tusca foi mesmo uma representação maxima de que vivemos num apocalipse zombie biblico,
pessoas totalmente descontroladas, sendo carregadas, arrastadas, estupradas, surradas, e outros,
em nome de que?? Para que???
Alguns especimes terraqueos, parecem mesmo, estar nascendo sem alma.
É inadimiscivel algumas coisas que acontecem que outros tomam por normal,
as vezes ate correto!! Parece que limite é uma coisa ruim e que nao se sabe
mais a diferença entre aproveitar e destruir a propria vida!

Sem nem falar sobre a indiferença sociopata em relaçao a vida do outro!!!
Quando se ve a cabeça de alguem ser amassada em baixo de um pneu em uma festa
como ocorreu no Corso, e ninguem liga, simplesmente desviam o curso e vão para a festa
encher a cara!!!
Não é possivel que passaremos por cima do sangue de alguem só desviando do corpo para
pegar uma lata de cerveja...
Eu que achava que eram os sociopatas que nao se importavam com os outros. Errado!!!!!!!!!!!!!
Hj é normal, ate digno de credito em alguns circulos se comportar como um animal irracional..
Esses seres nem ao menos questionam se isso esta passando limite,por favor a vida de um ser humano vale mais do que cerveja!!!!!!!!!!!
Nao importa que ser humano seja!!!

nao acrdito que justo eu tenho que dizer isso..Que o ser humano tem valor!! O que prova que nao tem!! Já que as pessoas nao se dao mais esse valor...
Eu sou a favor da eliminaçao da raça humana nao da tortura dela!!!!
Nem sei se ao menos isso é mais a raça humana!!!!
Essa visao pior que Sodoma realmente choca!! Mas o que choca mais é as pessoas falando sobre isso..
Como se fosse legal...O alto esta se tornando baixo, as coisas estao mais do que confusas estao de cabeça pra baixo.

2 comentários:

HUMMEL disse...

Não me choca mais a violência que o humano exerce sobre o outro, mas sim, sobre os serem mais frágeis de nosso ecossistema. Digo o porquê: assim como um leão come outro animal ou mata outro leão/leoa por questões instintivas, o ser humano faz o mesmo, esteja ele entorpecido, sóbrio ou tomado por qualquer sentimento rudimentar. Mesmo quando dizemos que nossa raça humana seja "superior" às demais por termos a capacidade de refletir sobre nossos atos, isso inexiste em muitos momentos, tais como: sublimação pela maioria (comportamento coletivo), desvios comportamentais primitivos (natureza de certas culturas), alterações químicas cerebrais (álcool, drogas etc), surtos psicológicos momentâneos desencadeados por alguma circunstância (cólera, fúria, raiva, medo, terror etc) e outros fatores que podem ser colocados convenientemente.
Neste contexto que você citou, me parece que não houve ato de violência de um homem contra o outro; simplesmente uma negligência sobre o estado de outro. Isso, sob a microvisão do ambiente em questão, pode ser considerado positivo. Sob a ótica macro da sociedade que vê de fora, não, pois não encontram-se (ou encontravam-se) no mesmo ambiente social. Exemplo: se uma pessoa está no carnaval, curtindo nos foliões e vê uma pessoa sofrer algum tipo de violência física ou moral, a mesma pessoa que conversará com seus amigos sobre o assunto dirá "isto é normal de acontecer; todos bebendo, tendo outros interesses, não tem como se importar porque não dá pra saber o que está acontencendo". Já aquela senhora/pai de família/pessoa que não gosta de carnaval que vê essa notícia falará que "é um absurdo".

Rose Duarte disse...

É verdade... Eles não valorizam o que seus pais conquistaram pra eles. Não tem nenhuma necessidade fazer isso, beber socialmente é uma coisa totalmente diferente de desperdiçar a vida no álcool, nas drogas... É como se eles mostrassem que, por causa de terem tanto dinheiro, são capazes de gastar muito mais em coisas desnecessárias... Assim caminha a humanidade... Cada vez mais se afundando...

PS: Gostei muito de seu blog, já estou seguindo... Abraços.