Monteiro Lobato

Para quem vive feliz fora das noticias do mundo....Ultimamente a educação esta meio estranha.
O educador ao tentar ser "politicamente correto" se tornou muito muito hipocrita!!!!
Temos então tentativas bizarras, aonde eu tento achar boas intenções (apesar de ser dificil), como mudar a musiquinha do atirei o pau no gato....Porque não devemos maltratar os animais!!!
Todo mundo sabe disso!!! Crianças não vão sair matando gatos por ai por causa da musica!!! Assim como tambem, a musica não impedirá dementes que fariam isso de qualquer maneira.


E o saci pererê??? Alguns livros didaticos tiraram o cachimbo dele!!! Afinal, fumar faz mal!!! Isso me lembra aquele filme do Stallone...No futuro as pessoas não podem nem comer sal, porque faz mal!!! Então, eles vão aos poucos cortando as coisas!!!!
Mas que piada!!!! Destruir uma lenda, folclore brasileiro, que já não tem muito!!! Pra que???
Nenhuma criancinha vai querer fumar cachimbo por causa do saci!!! Então vamos arrumar o pé da curupira porque ortopedicamente faz mal para as crianças!!!! Imagina se as crianças começarem a andar torto para serem iguais a ela???


Tambem temos o pior e mais famoso caso: Monteiro Lobato!!!
Para quem não sabe, existiu uma coisa há um tempo atras chamada escravidão!!! Sim, quando os negros eram usados como escravos....Acabou!!! Superem........
O grande drama em ver personagens como a Tia Anastacia em condições subservientes é reviver isso!!!!!
Grande idiotice!!!!!!!!!!
O preconceito esta sim (nesse caso pelo menos) nos olhos de quem vê!

Tia Anastacia é amaadaaaa!!! Um personagem amoroso e carinhoso que todos no sítio amam!! Qual o drama disto?? Ela não esta sendo maltratada, reprimida, nem nada!!!
Esse fantasma do preconceito está deixando as pessoas neuróticas (conceitos Freudianos `a parte), elas veem coisas onde não existe!!!!!!
Todos tem que ser tão "certinhos" que as coisas estão começando a parecer meio "Mundo Barbie"!!! Não temos mais direito a ter defeitos ou falhas de carater??? Não posso mais comer bacon ou não querer fazer exercicio fisico??? Se eu quiser fumar e cultivar um cancer isso é um direito meu!!! Afinal isso é ou não uma democracia???

O que eu queria mesmo saber é como não ter musicas violentas, histórias violentas ou negras empregadas domésticas vai ajudar na formação de cidadãos melhores, se o mundo "lá fora" sim, é violento, preconceituoso e não tem nenhuma dó em humilhar tias Anastácias da vida....Em que fingir, que isso não é verdade ajuda???
Ensinar as crianças a respeitar as Anastácias não seria uma alternativa melhor??

4 comentários:

Arthur Tavares disse...

Eu continuo insistindo na culpa da Psicologia.

A Psicologia é tão ciência quanto astrologia. Não possui embasamento nenhum, funciona às vezes para alguns indivíduos e não gera base de estatística ou tratamentos em massa.

Porém (sei lá eu o porquê), a civilizaçãol ocidental comprou as idéias da Psicologia.

"Não vamos bater nas crianças"
"Educar é amar"
"Politicamente correto"

Entre outras bobagens.

Particularmente, creio na tese do MIB: "Uma pessoa é inteligente, o povo é burro". Toda vez que deixamos as decisões para um grupo, pode-se ter certeza que a pior opção será escolhida.

Infelizmente, como bem exemplificado neste blog, somos animais que achamos que pensamos. Mas, na verdade, somos seres estúpidos, ávidos por uma liderança que nos guie para um mundo melhor.

Fernanda Nakamura disse...

Como um descendente de Freud me disse essa semana...

"Nada que 30 anos de terapia não curem!!!!"

Por isso aqueles divãs são tão confortaveis!!!

Bruno disse...

Cara! Eu estou surtando! Não aguento mais esta historia de politicamente correto. Quando mudam as musicas folclóricas, a mídia “entope” os meios de comunicação com musicas que tem seus temas (e não apenas citam) o consumo excessivo de bebidas alcoólicas, a depravação das mulheres, banalização dos relacionamentos e logico sexo. Pra quem não tem maturidade isso é a auto destruição!
Uma das coisas que me enoja são as mães que acreditam nestas besteiras ao mesmo tempo em que levam suas filhas pro salão de beleza para que elas saiam de lá parecendo vadias de 7 anos e que só pensem em sua própria vaidade...seres humanos maravilhoso serão esses no futuro !

Luciene disse...

Sinceramente, eu só fui ENTENDER o conteúdo da música "atirei o pau no gato" depois de adulta. Esses "politicamente corretos" são realmente neuróticos. Como se a música evitasse/incentivasse as crianças a maltratar os animais. Eu sempre cantei cantigas de roda com o maior prazer mas nunca (que eu me lembre) atirei o pau em algum gatinho ou cachorrinho.
Descobri seu blog hj, já li várias postagens. Adorei!