Colaborações!!

Este post é especial pq foi escrito por um amigo desses q eu fiz escrevendo esse blog psicotico Sr. Bruno Fortinho....Sim eu descobri q tem gente q concorda comigo!!!!!!rsrs

So enjoy!!!!



Eu sempre gostei de assistir animações, é sempre interessante ver o poder da tecnologia ao criar coisas que não existem, além das histórias sempre serem muito divertidas e terem um fundo moral importante na formação do caráter dos jovens.
Porém, Wall-e realmente me surpreendeu. Apesar de poder ser considerado uma mistura de várias outras produções, como por exemplo Um Robô em Curto Circuito, clássico da sessão da tarde, Wall-e conseguiu trazer de forma bem original uma temática extremamente profunda, de forma divertida e capaz de atingir todas as idades.

E qual seria essa temática profunda? Bem, na verdade são várias temáticas...

A primeira é a destruição do planeta através da poluição, poluição causada principalmente pelo descarte de material eletrônico e metais.
No filme os seres humanos conseguem se mandar pelo universo deixando a Terra destruída para trás, mas na velocidade que andamos hoje, acredito que vamos poluir muito, antes de conseguirmos desenvolver um Warp Drive, e vamos acabar sufocados pelos restos da tecnologia.

A segunda é a evolução do relacionamento entre os humanos. Basta assistir o filme para se identificar muito mais com o simpático Wall-e do que com os humanos que aparecem no decorrer do filme. Se continuarmos nesta caminhada rumo ao egoísmo e ao cyber relacionamento, vamos acabar como no filme. Estaremos um ao lado do outro conversando pelo MSN ou pelo celular :) Sim, vc já faz isso hoje? Não tenha medo, você não está sozinho...
Querendo ou não, o fato de nos relacionarmos fisicamente com as pessoas, de estarmos frente a frente, influencia e muito em várias coisas no nosso organismo, e com certeza se anularmos esta nossa característica, sofreremos mudanças físicas, mesmo que seja apenas pesar 150kg e achar normal... :P

A terceira é o comodismo. Até que ponto ter quem faça as coisas por nós é bom? Já diz o ditado: Mente vazia é oficina do diabo. O ser humano não tem o nível de evolução necessário para delegar suas tarefas as máquinas, pois não saberá como gerenciar seu tempo ocioso,
e vai acabar igualzinho aos humanos em Wall-e, totalmente alienados.

A quarta é a nossa facilidade em esquecer as coisas. Os humanos a bordo da nave espacial há algumas gerações, já não tinham mais qualquer conhecimento de que existiu um planeta Terra. Assim como esquecemos o final de um filme, o nome de uma música ou o quanto um político roubou no seu último mandato. Assim como esquecemos o que é
vida saudável, o que é moral e bons costumes.

Então, eis que surge o maior paradoxo de todo o filme. Como pode um robô nos lembrar nossa humanidade? Como pode um robô dar mais valor a Terra e aos objetos que descartamos na natureza.
Talvez as pessoas devessem dar um pulinho em Marte ou Vênus para então entenderem que o planeta Terra é único, pelo menos em nosso sistema solar. Para perceberem que é o único planeta capaz de suportar nossa frágil vida baseada em Carbono e que não estamos preparados para reverter o processo de destruição ao qual o estamos submetendo.

O ser humano está evoluindo para algo realmente ruim, pois está sempre buscando o seu bem estar pessoal em detrimento do bem estar coletivo. Seja de forma consciente ou não...

Assistam Wall-e com olhos críticos, sem pensar que é apenas mais uma animação, e reaprendam a ser Humanos.

Nenhum comentário: